0

Entrevista | Mónica Perucho



Mónica Fragoso Perucho, 42 anos, casada, mãe de 3 filhos (André 23, António 8 e Rodrigo 6 anos). Viveu toda a sua vida na Costa da Caparica mas depois de casar foi para Lisboa e actualmente vive em Campo de Ourique.

O que os outros dizem sobre si?
Que estou sempre bem disposta e a sorrir…

Algo que ninguém ou poucas pessoas sabem sobre si?
Poucas pessoas sabem que fui mãe aos 19 anos.

Hobbies?
Adoro filmes e series, ouço muita música (está quase sempre a tocar lá ao fundo), adoro fotografia e pratico Yoga.

Livro ou cinema?
Como já disse adoro cinema, mas um bom livro é sempre um bom livro. Já li mais confesso e tenciono voltar a fazê-lo.

Praia ou campo?
Adoro praia… e sou apaixonada pelo campo. Nasci na Costa da Caparica mas tenho a família toda no Alentejo. 

O que mais lhe dá prazer?
Comer! Sorrir. Ouvir os miúdos a brincar. Uma boa conversa e rir com um amigo. Ouvir musica e desenhar.

O seu maior sonho?
Dar a volta ao mundo.

O que a maternidade mudou em si?
A maneira como via o Mundo. Era muito nova e percebi que tinha de proteger aquele ser pequenino e que ele agora dependia de mim. Quando somos Mães ficamos mais alertas: passamos a olhar para tudo e a prever situações a uma velocidade incrível. O nosso sexto sentido fica de tal maneira apurado que já sentimos antes de acontecer… Quando nasce um filho, nasce uma mãe.
Quando fui Mãe percebi que o queria ser para o resto da minha vida… 
Let the forever begin!

Qual o maior desafio de ser Mãe?
Não ser suficiente e o medo de errar. Eu sei que dou o meu melhor mas tenho sempre o receio de estar a faltar qualquer coisa. Estou a moldar pequenos seres humanos que vão ser o futuro e quero que eles tenham um futuro brilhante, cheio de Amor e que passem isso para os que os rodeiem. Quero que sejam bondosos, com caracter, com princípios bem definidos, que sejam justo, mas acima de tudo que sejam felizes.
Um já está, faltam os outros dois!!!

Qual o nome do seu projecto?
marydoll.pt

A que se deve o nome marydoll?
Comecei por desenhar umas bonecas para umas amigas e daí o nome.

Para quem não conhece, o que é a marydoll?
Ilustrações originais,
Artigos personalizados: capas para smartphone e tablets,
Decoração de quartos de criança: wall stickers, almofadas, roupa de cama (capas de edredão, mantinhas),
Quadros ilustrados,
T-shirts de criança, homem e senhora.

Como e quando nasceu a marydoll?
Estava em casa com o mais novo e, como me tinham desafiado a fazer umas ilustrações com as bonecas, comecei por fazer uns quadros personalizados. Um dia percebi que estava a faltar no mercado capas para telemóvel personalizadas com nomes. Criei três ou quatro ilustrações e, ainda sem fornecedor, coloquei umas maquetes na pagina da marydoll. Recebi no mesmo dia 4 encomendas. Na semana seguinte enviei para uma blogger conhecida e tive a sorte de ela a publicar… nessa semana foram perto de 100 encomendas. Foi assim que cresceu a ideia das capas personalizadas. Depois fui acrescentado artigos que faziam sentido.

O que motivou o nascimento da marydoll?
Sempre gostei de desenhar e pintar. Estava desempregada e em casa com o meu filho de 1 ano e meio. Juntei o útil ao agradável e hoje em dia faço o que mais gosto. Crio Ilustrações coloridas, originais que vão espalhar alegria a quem as recebe.

A maternidade teve alguma influência na criação do projecto?
Costumo dizer que desenho mais para meninas para compensar o facto de só ter rapazes em casa… 

Como concilia a vida profissional como a vida pessoal? 
É bastante complicado separar as duas porque trabalho em casa. Acabo sempre por responder a uma mensagem ou a um mail mesmo “fora de serviço”…

Como tem evoluído o projecto?
Estou sempre atenta ao mercado e às tendências. 


Antes da marydoll nascer, o que é que a Mónica fazia profissionalmente?
PayRoll Assistent - Recursos Humanos.


O que mais gosta do seu projecto?
A constante mudança e criação, liberdade criativa e de horários. 

Se voltasse atrás faria tudo de novo ou alteraria alguma coisa, das suas opções e escolhas profissionais?
Não mudava nada. Se estou onde estou, devo ao caminho que percorri. Se alterasse algo, poderia não ter o mesmo caminho/fim e eu gosto onde estou, gosto do meu presente e estou a gostar de onde me está a levar.

Perspectivas para o futuro?
Em Novembro abri um ateliê para receber os clientes, mostrar os meus trabalhos trabalhos de ilustradores/criativos que gosto.


Perspectivas pessoais para o futuro?
Férias… preciso de viajar com os miúdos e mostras-lhes o mundo.

Como divulga a marydoll?
A divulgação tem sido muito orgânica. Utilizo as redes sociais (Instagram e Facebook) 

O que diferencia o seu projecto dos restantes no mercado?
É o meu projecto. É único e original. Dou muito da minha alegria da minha personalidade ao que faço. Não gosto de seguir as tendências só porque sim, gosto de criar tendências.

Mensagem para quem ainda não conheça a marydoll?
Passem pela loja online, pelo instagram e pelo atelier e vão conhecer mais um bocadinho de mim quando me visitarem, onde vou estar todos os dias.

Objectivos e projectos futuros?
Já está a ser criado! O ateliê marydoll em Campo de Ourique.

Um conselho para quem tem um projecto de negócio na gaveta?
Aviso já que não é nada fácil. Já pensei desistir várias vezes ao longo deste 5 anos, mas a minha paixão sempre foi mais forte e um dia mau não é uma semana má… Sejam persistentes e estejam atentas. Sejam originais: a originalidade não se pode copiar. Sigam o instinto, respirem fundo e sigam o vosso caminho. Se a ideia for original e única vai ter de certeza sucesso.

Muito obrigada Mónica, pela partilha, adoramos conhecer-te melhor.

Podem seguir a marydoll nas redes sociais: facebook (aqui) e Instagram (aqui)
Podem ver todos os artigos na loja on-line em www.marydoll.pt

Ou visitar a Mónica no seu atelier na Rua Tomás da Anunciação N.º 88B, Campo de Ourique, Lisboa.