Sandra Matos

Em 2004 foi mãe pela primeira vez e um mundo novo se abriu. Um mundo de amor, de dádiva e também um mundo de dúvidas e receios. O parto não correu como esperado e os primeiros momentos foram difíceis. A prática de Yoga ajudou a Sandra a manter-se centrada no meio do turbilhão da maternidade. Em 2007, foi mãe novamente. Escolheu parir em casa, uma experiência de consciência sem igual. Agora, com 2 filhas teve novos desafios, sentiu-se a testar o seu centro de forma tão forte. Focou-se nas filhas, construir uma família dia-a-dia é um trabalho intenso. Obriga-nos a ir buscar dentro, bem dentro, o melhor de nós. Em 2011, foi mãe pela terceira vez, num parto em casa tão rápido quanto natural. E, voilá, com 3 filhas o  amor multiplica-se, o tempo divide-se, a flexibilidade eleva-se ao quadrado. O relacionamento do casal é testado a todos os níveis. As aprendizagens são diárias e a vários níveis. Durante todo este processo maternal esqueceu-se tantas vezes de si própria, Sandra, a mulher.
A Sandra é uma mulher, que escolheu ser companheira, que escolheu ser mãe, que escolheu se despedir, que escolheu chorar, que escolheu rir, que escolheu errado, que escolheu certo, que escolhe porque questiona  e que expressa a sua missão quando está com crianças, famílias e, especialmente, quando está com mulheres. Ajudar mães a redescobrirem-se enquanto mulheres, a criarem espaço e tempo para cuidar de si próprias, a reconstruir pontes por dentro e por fora, a revelarem a sua essência com todas as suas imperfeições, é o que alimenta a sua alma.
Fundou a Escola Babyoga Portugal em 2005 com o lema: gerando um novo mundo. A Escola Babyoga Portugal existe com esta missão: está ao serviço dos bebés, das crianças, das famílias e das escolas. A Sandra é apaixonada pelos momentos que orienta aulas de Babyoga, Playoga e Mumyoga  e também quando orienta as formações de professores. Forma novos professores desde 2007 e cada vez é única e muito especial.

Mais aqui: